Praias

Caraguatatuba participa da Olimpíada Nacional em História do Brasil

Com alunos da rede municipal


Duas equipes formadas por estudantes da EMEF Luiz Ribeiro Muniz (Martim de Sá) e uma da EMEF Prof. Luiz Antônio Avelar (Estrela D'Alva), de Caraguatatuba, passaram para a terceira fase da Olimpíada Nacional em História do Brasil.

A disputa tem o objetivo de proporcionar o estudo da História de uma forma inovadora por meio do debate com os colegas, pesquisa em livros, internet e com professores.

Cada equipe é formada por três estudantes e um professor de História da escola. A competição tem cinco fases online, onde cada grupo responde às perguntas e tarefas na página oficial do evento, num prazo de seis dias.

A equipe Avelar, 9º ano, formada pelo trio Izadora Barros Bomeisel, Nicolas Antônio da Silva Cunha e Guilherme Athagami, orientada pelo professor Emerson Reis de Oliveira, estão empolgados com a experiência. "É um jeito novo de aprender história e bem interessante", resumiu Nicolas.

A professora Valdirene Godoy da Silva, que coordena as equipes da unidade escolar do bairro Martim de Sá, Historical Power e It's History afirmou que os educandos estão muito empenhados.

"Fazemos análise de documentos históricos, fotos e cada um tem visão diferente do mesmo documento, então, amplia muito o conhecimento para todos. Acredito que esse modo de estudo é muito mais eficaz sai do que o tradicional, com o livro didático", avaliou.

A terceira fase termina no dia 28. A quarta será entre os dias 29 de maio e 3 de junho. A quinta, entre os dias 5 e 10 de junho. A divulgação do nome das equipes selecionadas para a fase final será no dia 15 de junho.

A final será presencial, no dia 19 de agosto, constituída por questões e desafios diversos, seguida pela premiação, que se realizará no campus da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

A 9º Olimpíada Nacional em História do Brasil é uma iniciativa do Departamento de História da Unicamp.

Fonte: Claudia Moyses

25/5/2017