Praias

Estação Ambiental conscientiza banhistas sobre descarte adequado de lixo


A praia é cenário de fundo para Henrique Marin, 8 anos, morador de Florianópolis (SC), que passa férias na casa da avó, a aposentada Ivone Marin Melo, 67, moradora do Boqueirão. Nesta quinta-feira (11), o foco principal do garoto estava em um jogo de xadrez feito de material reciclado e cujas peças têm formato de animais marinhos. Ao mesmo tempo em que ele pensava nas estratégias para vencer a partida, aprendia sobre a importância de destinar o lixo adequadamente em respeito ao meio ambiente e, em especial, à vida marinha.

Com a avó, Henrique esteve na Estação Ambiental 3, orla do Boqueirão, iniciativa da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), que até 25 de fevereiro estará na faixa de areia das praias de Santos orientando e conscientizando banhistas sobre o consumo consciente dos recursos e os impactos que o descarte incorreto de resíduos provoca na qualidade de vida de todos. O projeto também tem parceria com o governo do Estado, por meio do ´Verão no Clima´.

"Atividades nas férias são importantes para as crianças saírem da frente dos tablets e das TVs. E uma ação como essa é mais interessante ainda. Todas as brincadeiras têm que trazer aprendizado", disse a avó. Ao todo são 40 universitários de engenharia ambiental e biologia da Unimonte, Unisanta, Unip, Unesp e Unifesp, que ficam distribuídos em quatro estações (tendas) localizadas na faixa de areia dos canais 1, 2, 3 e 4, sempre de quinta a domingo, das 9h às 17h.

Duas ações - A iniciativa consiste em duas ações concomitantes: uma equipe atua na tenda com atividades lúdicas para crianças e famílias, utilizando ecojogos de conscientização ambiental - além do xadrez, a garotada pode se divertir com quebra-cabeça, jogos de dama, da memória e de tabuleiro. E outro grupo percorre a praia orientando banhistas, ambulantes e trabalhadores das barracas.

"Abordamos a lei municipal 952/2017, que cria o Programa Socioambiental de Coleta Seletiva Solidária Recicla Santos, disciplinando o gerenciamento do lixo e da coleta. Este é o primeiro verão com a nova legislação, que é de vanguarda. Santos é um dos poucos municípios do Estado que adaptou a legislação. A Cidade respira essa proposta", afirma o coordenador das estações ambientais, o inspetor ambiental André Leandro da Silva Nascimento, da Semam.

Fonte: Prefeitura de Santos

12/1/2018