Praias

Ilha de Marajó

A maior ilha fluviomarinha do mundo

Monica Campi - 9/1/2009

No estado do Pará, próxima a Belém (cerca de 80 km), uma ilha de grandes proporções e importância ambiental é quase desconhecida da população brasileira. A Ilha de Marajó, que possui o título de maior ilha fluviomarinha do mundo, é cercada pela foz dos rios Amazonas e Tocantins e boa parte de seu território passa o ano todo debaixo da água.

 Soure

O município de Soure é considerado a capital da Ilha de Marajó - Divulgação / Pousada Aruaque

O acesso até a ilha se dá por meio de balsas partindo de Belém e que podem levar de 2 a 4 horas, dependendo da maré. Por ser pouco conhecida e explorada, a ilha m e que podem levar de 2 a 4 horas, dependendo da marde seu territpossui sua vegetação intocada em boa parte do território. Uma bela paisagem que mistura vegetações de savana e floresta tropical, além de praias doces e salgadas cortadas pelos rios.

Por ser circundada de água, a ilha acaba sendo dividida por inúmeras pequenas ilhas e todo o território é dividido em 13 belos municípios, sendo grande parte de acesso proibido (na região oeste), ou por ser área de preservação ou por ser área de exploração de algumas corporações. As cidades de Soure, Salvaterra e Cachoeira do Arari são as mais habitadas e com maior infra-estrutura para os habitantes e turistas.

 Ilha de Marajó_barco

O barco é um dos principais meios de transporte na ilha, especialmente em épocas de cheias - Divulgação / Prefeitura Municipal de Cachoeira do Arari

Soure é considerada a capital da ilha e possui boa infra-estrutura com escolas, postos de saúde e pousadas. A melhor opção para se ficar na ilha. Já em Salvaterra a atração são as apresentações de Carimbó, uma dança típica da região e muito apreciada pelos turistas. Aliás, o ecoturismo é o mais explorado e o mais procurado por quem vai visitar Marajó. Em Cachoeira do Arari está boa parte da origem do artesanato local, além de ser sede do Museu do Marajó (que expõe de forma permanente objetos sobre a história e a origem dos habitantes marajoaras).

 Museu do Marajó

O Museu do Marajó preserva um grande acervo com objetos antigos e recentes da história local - Divulgação / Museu do Marajó

Sua população, que é grande parte de índios ou descendentes, é bastante simples e vive basicamente de artesanatos e da criação de búfalos - aliás, na ilha é onde se encontra a maior criação de búfalos do Brasil, atingindo um número maior do que a população humana de Marajó. Mas andar pela Ilha de Marajó pode ser complicado se você for durante o período de chuvas (de novembro a abril), pois a locomoção é feita somente por barcos devido ao alto nível das águas.

 Ilha de Marajó_transporte

Durante a época de chuvas grande parte do território fica debaixo d´água e a passagem é feita com animais ou barco - Divulgação / Paratur

 Durante a seca um dos principais atrativos são as fazendas de búfalos. É possível visitá-las, alimentar os animais e até montar no lombo deles. O artesanato com couro desses animais é bastante conhecido e uma das fontes principais de renda na ilha. A alimentação por lá também costuma ser algo a parte, com tudo sendo derivado do búfalo (carne, queijo, leite) e temperos exóticos.

 Ilha de Marajó_bufalos

Na ilha os búfalos são usados para quase tudo, até mesmo como transporte para a polícia local - Divulgação / Paratur

A Ilha de Marajó possui uma diversidade pouco explorada e conhecida no país, até por isso que continua com sua paisagem intocada. Apesar de ser uma região muito simples, sua história e cultura (que podem ser conferidas no Museu do Marajó) são muito vivas e trazem um ar diferente para quem busca um lugar único e tranquilo para viajar.

ONDE FICAR NA ILHA DE MARAJÓ:

 Hotel Ilha do Marajó

End: Segunda travessa, nº 10 - Soure

Telefone: (91) 3741.1315

Site: www.iaraturismo.com.br

 

Hotel Fazenda Sanjo

End: Margem do Igarapé São Sebastião

Telefone: (91) 3228-1385 / 3222-5220

Site: www.sanjo.tur.br

 

Pousada dos Guarás
End: Trav. Rui Barbosa, Galeria Quinze 09, Loja 10 - entre Braz de Aguiar e Gentil Bitencourt - Belém/PA
Tel: (91) 4005-5656 / 3765-1325

Site: www.pousadadosguaras.com.br  

 

Pousada Aruaque

End: Vila do Caldeirão, 1ª Rua, entre 7ª e 8ª Travessas - Salvaterra

Tel: (91) 9969-8002

Site: www.pousadaaruaque.com.br

 

ONDE COMER NA ILHA DE MARAJÓ:

 

Paraíso Verde

End: Tr. 17, 2135 - Soure

Tel.: (91) 3741-1581

 

Delícias da Nalva

4ª Rua, 1051, Macaxeira - Soure

Tel.: (91) 9188-3764

COMO CHEGAR NA ILHA DE MARAJÓ:

É preciso ir de avião até Belém e de lá pegar uma balsa (que pode levar de 2 a 4 horas) até Soure, na Ilha de Marajó. Se quiser ir de carro existe a opção do ferry boat que sai diariamente de Belém até Camará, e de Camará se pega outra balsa até Soure.

 
Exibir mapa ampliado<