Praias

Novas trilhas devem atrair milhares de turistas para Bertioga


Cachoeiras, rios, montanhas, praias e rica biodiversidade esperam os amantes de natureza e aventura no Parque Estadual da Restinga de Bertioga (PERB). Diversas trilhas ecológicas do PERB já estão oficialmente abertas à visitação monitorada. Além do próprio passeio, as trilhas dão acesso a atividades como rapel, rafting, trekking, tirolesa, observação de aves, expedições fotográficas e outras que serão gradativamente implantadas.

A aprovação do Plano de Manejo do PERB foi imprescindível para a liberação das novas trilhas. Graças a este passo importante, o número de trilhas autorizadas saltou de duas para 23 no total.

Um avanço muito importante para a Cidade, que agora caminha para se tornar um dos principais destinos de ecoturismo do Estado. A conquista é fruto de parceria entre a Prefeitura, por meio da Secretaria de Turismo, Esporte e Cultura, e a Fundação Florestal.

Numa primeira fase, entrarão em operação as seguintes trilhas: Guaratuba, Torre 47, Itatinga, Vale Verde, Casa de Pedra do Rio Itapanhaú, Véu da Noiva, Família Pinto, Garganta do Gigante, Itaguaré, Ribeirão dos Monos e Morro do Itaguá (Aeromoças).

Os trajetos serão acompanhados pela Associação Bertioguense de Ecoturismo (Abeco) e pela Associação de Monitores Locais (Amolb). As entidades assinaram o termo de autorização de uso, após participarem de chamamento público e cumprirem os requisitos exigidos pela Fundação Florestal para exploração das trilhas.

Como contrapartida, as associações devem realizar, entre outras obrigações, o controle de acesso, limpeza e manutenção das trilhas, dispor de monitores capacitados e garantir a segurança dos visitantes. Além disso, elas devem oferecer a gratuidade dos serviços de monitoria ambiental a alunos e professores de escolas públicas e promover serviços voluntários de melhoria no parque.

O diretor executivo da Fundação Florestal, Rodrigo Levkovicz, destacou que a parceria é de grande importância, pois garante o uso público das trilhas, traz segurança aos visitantes, gera receita para a comunidade do entorno, reduz o gasto público, resultando em mais eficiência à gestão do Parque.

Para o secretário municipal de Turismo, Esporte e Cultura, Ney Carlos da Rocha, a operação das trilhas do PERB representa um passo importante para o desenvolvimento do ecoturismo em Bertioga.

"A abertura do Parque marca a conclusão de dois anos de trabalho árduo dos técnicos da Prefeitura e traz a perspectiva de uma nova expansão do Turismo no Município. Tenho certeza que Bertioga se transformará no principal polo de ecoturismo do estado. A expectativa é que milhares de pessoas visitem as trilhas do PERB ao longo deste primeiro ano de operação", afirmou.

Segundo o diretor de Turismo do Município, Filipe Sofiati, abrir o parque à visitação significa geração de emprego e renda, utilizando todo o potencial ecológico e natural em benefício dos moradores de Bertioga e dos turistas.

SOBRE O PARQUE

O PERB é a reserva natural de restinga de maior conservação do País. Localizado a menos de duas horas de São Paulo, possui mais de 9 mil hectares, com matas intocadas, cachoeiras e rios transparentes, além de uma infinidade de espécies de aves, répteis e mamíferos, algumas delas só encontradas em Bertioga e Região. É um dos poucos parques estaduais que reúne áreas montanhosas, mangue, restinga e praia, oferecendo uma experiência única aos visitantes.

Além da paisagem deslumbrante, o PERB reserva diversas atrações ecoturísticas e esportes aquáticos, como caiaque, canoagem ou stand-up paddle.

Para realizar as atividades, os visitantes devem agendar previamente os passeios com as associações. Das 11 trilhas em operação, uma é autoguiada, a do Itaguaré, e pode ser feita com ou sem a contratação de monitores. Para realizar as demais é obrigatório o acompanhamento de profissionais credenciados.

SERVIÇO:

-Associação Bertioguense de Ecoturismo (Abeco): (13) 3317-1835

- Associação de Monitores Locais (Amolb): (13) 3317-5970

Fonte: Prefeitura de Bertioga

7/3/2019