Praias

Projeto Surf na Piscina da UNAERP aproxima crianças do esporte


É possível aprender a surfar em uma piscina? Alunos da oficina de Surf na Piscina da UNAERP Guarujá são prova de que isso é possível. A iniciativa beneficia crianças e adolescentes com aulas gratuitas, às terças-feiras, no complexo esportivo da Universidade. A oficina integra o Núcleo de Projetos Sociais que, em parceria com a Fundação Fernando Lee, promove várias atividades voltadas à comunidade.

O projeto existe desde 2006, quando os alunos de Educação Física Eduardo da Silveira e Rogerio Santana ingressaram no Núcleo de Projetos Sociais. "A partir dessa oficina, consegui bolsa de estudos e pude terminar o curso. Sou muito grato à Universidade", afirma Eduardo da Silveira, que continua como professor voluntário do projeto.

Para Priscilla Bonini Ribeiro, fundadora do Núcleo de Projetos Sociais, a oficina demonstra a integração da Universidade com a comunidade. "É uma grande demonstração de responsabilidade social e exercita bons exemplos como o do Eduardo, que continua ensinando as crianças a vivenciarem o surfe dentro da Universidade."

Para as crianças, as aulas são uma grande diversão. "A gente vai aprendendo a fazer os movimentos e respiração. Acho muito divertido, porque é legal fazer exercícios", ressalta a aluna Maria Clara Silva. Lindinalva Batista agradece a iniciativa da universidade que beneficia sua filha. "Acho muito bom para as crianças, porque é uma cidade praiana e nem todas as crianças sabem nadar".

Valter Gomes da Silva é estudante de Educação Física e monitor do projeto, e traz sua experiência com o mar. "Meu pai foi guarda-vidas e pescador, e pratico surfe há 30 anos. Esse projeto veio agregar à minha vida, porque além de estar ensinando, sou bolsista e consigo estudar. Agradeço muito à UNAERP e ao professor Edu por essa oportunidade." 

Nas aulas, as crianças aprendem os fundamentos básicos do esporte, sobre as condições e características do mar, primeiros socorros e consciência do respeito ao meio ambiente. E também ajuda no equilíbrio, postura, disciplina e técnicas de respiração. "O projeto visa formar cidadãos; são conhecimentos para toda a vida", destaca Silveira.

Fonte: Ana Paula Oliva

17/11/2017