Praias

Ubatuba é a segunda cidade no ranking do Litoral Norte Paulista em salvamentos no mar

GBMar e administração comemoram eficácia da corporação e queda de óbitos nos últimos 10 anos


Ubatuba é a segunda cidade no ranking de salvamentos em todo o Litoral Norte Paulista. O município, que computou 627 salvamentos, só vem atrás do Guarujá, que lidera com 665.

De acordo com os índices do levantamento, que reúne a estatística das ocorrências de salvamento e óbito no município em 10 anos (2008 - 2017), 2017 deverá o ano com o maior número de salvamentos.

Se comparado a 2011, que foi o ano com o maior índice do período, finalizando com 670  salvamentos e nove óbitos, a segurança melhorou expressivamente, pois até o dia 09 deste mês, foram contabilizados 627 salvamentos, com apenas 3 registros de óbitos.

Esses números foram apresentados pelo comandante do Grupamento de Bombeiros Marítimo (GbMar) no Litoral Norte, João Batista Rapaci e pelo comandante do GBMar de Ubatuba, Tenente Danilo Pisaneschi, ao prefeito Délcio Sato (PSD) na manhã desta terça-feira, 19. O encontro ainda contou com a presença do novo secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Rubens Martins Franco Junior - "Major Franco", e do coordenador da Defesa Civil de Ubatuba, Guaraçay dos Santos. 

Estrutura

O Guarujá possui menos praias que Ubatuba - são 22 km e 310m de extensão e 27 praias, contra 105 km de extensão e 102 praias - e leva vantagem com um efetivo de 50 homens, que totalizam uma corporação de 170 com a chegada de 120 temporários durante o verão.

Atualmente, o efetivo do GbMar de Ubatuba conta com 32 homens, que se dividem em turnos e ficam nas praias Perequê- Açu, Praia Grande, Toninhas, Tenório e Maranduba. Na temporada, esse número aumenta com a chegada de 50 homens cedidos pelo Estado, além dos Guarda Vidas Temporários contratados pela Prefeitura - um total de 30 divididos nos meses de novembro, dezembro e janeiro.

A cobertura também aumenta, disponibilizando profissionais de forma fixa também nas praias do Sapê, Lagoinha, Sununga, Vermelha do Centro, Vermelha do Norte, Itamambuca, Félix e Ubatumirim.

"Mesmo que a praia não tenha um Guarda Vida de forma fixa, temos um bote motorizado que cobre toda a Região Sul, duas embarcações que cobrem a região Central e mais uma na região Norte", explicou Rapaci.

Segundo Pisaneschi, esse esquema de embarcações nos extremos vem dando resultado positivo. "Somente com as rondas de prevenção, conseguimos efetuar salvamentos com sucesso, como os casos recentes de resgate de cinco pessoas na Ilha do Pontal (região da praia do Sapê) e de outras cinco, na praia do Félix", comemorou.

O prefeito agradeceu e parabenizou os esforços do GbMar, pois desenvolvem um trabalho muito importante no município, muitas vezes, com condições restritas de recursos.

"Agradecemos a vocês, pois nossos turistas e moradores buscam a beleza das praias, mas também, a segurança. Contem conosco para continuar realizando um trabalho em parceria", garantiu Sato.

Veículos

A corporação deve receber oficialmente, ainda nesta temporada, quatro veículos para utilização -  sendo uma moto náutica, um quadriciclo e dois botes com motor.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social / PMU

20/12/2017