Praias

Ubatuba recolhe 80 toneladas de lixo na virada 2018

Índice supera o da Operação Réveillon Praia Limpa de 2017, que registrou 75 toneladas


Um total de 80 toneladas de lixo foram retirados na limpeza de praias e orlas de Ubatuba no dia 1° de janeiro. A equipe da secretaria de Serviços de Infraestrutura Pública promoveu a ação denominada Operação Réveillon Praia Limpa, que retirou 5 toneladas a mais de resíduos em comparação à virada de ano de 2016/2017. Estima-se que 500 mil turistas tenham visitado o município para celebrar a chegada de 2018 - número maior que o dobro da população atual, que é de cerca de 100 mil habitantes.

De acordo com a secretaria, a equipe promoveu a limpeza das seguintes praias: Perequê Açu, Cruzeiro, Itaguá, Praia Grande, Enseada e Maranduba. Além disso, o município conta com a colaboração do comércio e da associação de moradores de alguns bairros para colaborar com essa limpeza.

Nas praias da Lagoinha e Toninhas, por exemplo, a ação foi realizada pelos proprietários de quiosques; já na Domingas Dias e um pedaço do Lázaro, a iniciativa foi da Associação da Pedra Verde e, na praia de Itamambuca, da Sociedade Amigos de Itamambuca (SAI).

Coleta de resíduos

Durante os demais meses do ano, a coleta de lixo recolhe 70 toneladas de lixo por dia - número que aumenta para 270 toneladas/dia nos meses de temporada de verão- o que implica em um acréscimo de RS 2 milhões nos gastos que cobrem a demanda.

Só na primeira semana do ano, foi computado o recolhimento de 700 toneladas de lixo (entre sábado,30 e segunda, 01) , número que, segundo o secretário da pasta, Pedro Tuzino, deve aumentar para 1200 toneladas após o fechamento total dos dados.

"Realizamos a coleta normalmente até o dia 30 de dezembro. Nesta quarta-feira coloquei cinco caminhões da secretaria para apoiar a coleta, que é realizada pela Sanepav e conta com 18 caminhões. Na segunda-feira, o trânsito travou o que acabou paralisando a coleta. Acreditamos que só conseguiremos regularizar na próxima segunda-feira, pois estamos tirando mais de 250 toneladas por dia. Além do volume triplicar, as viagens estão demorando o dobro do tempo devido ao trânsito", justificou Tuzino.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social / PMU

4/1/2018